Recém Diagnosticado

Acabei de ser diagnosticado. O que eu faço agora?

Ao receber o diagnóstico de fibrose pulmonar idiopática, é provável que você se sinta angustiado, mas não se desespere, você não está sozinho!

A FPI é uma das formas mais comuns entre as chamadas doenças intersticiais pulmonares. Trata-se de uma doença crônica não infecciosa, de causa desconhecida e que afeta os pulmões. A expressão “fibrose pulmonar” significa formação de cicatrizes nos pulmões. A palavra “idiopática” é usada geralmente para se referir a qualquer doença de causa desconhecida. Assim, em termos simples, a FPI é uma doença de formação de cicatrizes dos pulmões sem causa conhecida.

Se você recebeu o diagnóstico agora, sugerimos que se consulte com um pneumologista com experiência em tratar de pacientes com fibrose pulmonar. Uma equipe especializada ajuda a garantir que você receba um diagnóstico correto e as recomendações de tratamento e controle mais atualizadas.

 

A FPI tem cura?

A única forma de cura da fibrose pulmonar idiopática é com a realização do transplante. Os medicamentos utilizados no tratamento de FPI auxiliam no alívio dos sintomas da doença, da inflamação e da progressão da formação das fibroses nos pulmões.

 

Precisarei fazer transplante de pulmão?

Um transplante de pulmão é a única cura para a FPI no momento, mas isso não é possível para todos. Um transplante de pulmão é um procedimento complexo, com riscos envolvidos e os pacientes precisam estar suficientemente bem para passar pela cirurgia. É importante ressaltar que os pacientes precisarão ser compatíveis com um doador específico, o que pode levar muito tempo. Seu médico poderá ajudar a explicar como o processo funciona.

 

Há tratamento para FPI?

Embora não seja uma cura, existem opções de tratamento disponíveis. Algumas podem ajudar a aliviar os sintomas, enquanto outras podem retardar a progressão da doença.

 

 

Teve o diagnostico errado?

Conte para a gente aqui

nossos projetos